Investimento em Música – Caro ou Necessário?

Hoje fechei o orçamento inicial para o lançamento do meu EP, um total em torno de R$13.000,00. Que é um valor elevado, isso é indiscutível, mas será que também não é necessário?

Esse preço inclui todas as etapas, produtos, e pagamentos necessários para realizar o trabalho que pretendo fazer: horas de gravação em estúdio, cachê de músicos, horas de mixagem, preços de masterização, logomarca, design gráfico, etc.

No momento que cheguei a esse número eu pensei “Ferrou! É muita grana, não rola…”, mas pensando melhor e analisando o que terei em mãos no final das contas já fiquei em dúvida se não seria isso mesmo. Tudo depende do retorno que esse trabalho vai me dar.

Fazendo uns cálculos rápidos eu concluí que para ter um retorno de R$15.000,00 (15% de lucro) eu teria que atingir uma base de quase 10mil pessoas, sendo que ao menos 15% dessas pessoas estivessem dispostas a gastar entre 10 ou 15 reais nos meus lançamentos, podendo ser na música ou produtos.

Confesso que me parece um número totalmente ilusório e um valor fora da minha realidade. Provavelmente terei que refazer as contas e pensar em outra maneira de lançar esse EP.

O que você acha? São números coesos ou estão fora da realidade brasileira?